Robôs RPA: entenda como eles impulsionam a humanização nas empresas

O mercado de trabalho ruma para um futuro ainda mais digital: automação robótica de processos (RPA) , inteligência artificial (IA) e novas formas de tecnologia não são apenas promessas e projeções, elas já fazem parte da realidade de milhares de empresas pelo mundo.

Segundo matéria divulgada pela Forbes, a tecnologia aliada às habilidades humanas está entre as 19 tendências que irão moldar o mercado profissional em 2023. Ainda assim, para que as organizações e colaboradores possam tirar o máximo proveito dessa união, é fundamental que haja uma mudança de mindset, além de investimento na gestão de pessoas.

Por isso, o caminho para potencializar os negócios e maximizar a produtividade é justamente investir na complementaridade entre recursos tecnológicos e inteligência humana. E as empresas que constroem a sua cultura por meio da transformação digital estão mais preparadas para utilizar a tecnologia ao seu favor e extrair o potencial estratégico dos profissionais.

Neste artigo, você vai compreender como os robôs RPA são efetivos não apenas para escalar os negócios, como também para impulsionar a humanização e a performance das pessoas.

Robôs RPA x colaboradores: uma combinação em que todos ganham

A ideia de que as pessoas seriam substituídas por máquinas vem caindo por terra nos últimos anos. Ao mesmo tempo em que os avanços tecnológicos acontecem, o debate sobre a importância das soft skills ganha força.

Com a tecnologia RPA não é diferente: quanto mais se comprova a sua efetividade para conduzir atividades laborais repetitivas, mais as empresas compreendem a relevância estratégica de seus colaboradores. Logo, investir em robôs RPA é também uma solução para melhorar o engajamento, performance e retenção dos profissionais.

1. Otimização do tempo

Talvez o maior benefício gerado pela tecnologia RPA, a otimização do tempo é um fator que impacta não apenas a estrutura organizacional, mas o dia a dia dos profissionais.

Assim que implementados, os robôs RPA passam a executar aquelas tarefas de cunho exclusivamente operacional que tomavam tempo e atenção dos colaboradores. Assim, uma das consequências diretas é a diminuição da sobrecarga de trabalho e uma melhor gestão de tempo para as tarefas que exigem as competências humanas.

2. Aumento do engajamento

O engajamento e retenção de bons profissionais ainda é o calcanhar de aquiles de muitas empresas. E entre as razões mais apontadas para os pedidos de demissão estão o excesso de demandas e a desmotivação com o escopo de trabalho.

Ao automatizar as atividades repetitivas e, por vezes, entediantes e maçantes para os colaboradores, os robôs RPA também possibilitam melhorias no índice de engajamento. Isso porque as pessoas passam a realizar tarefas que as motivam e que realmente necessitam de suas habilidades técnicas e comportamentais.

3. Incentivo à performance e ao desenvolvimento

Outro ganho muito relevante com a introdução da RPA nas empresas é a possibilidade de impulsionar a performance e o desenvolvimento dos profissionais.

Por meio da redução de trabalho meramente operacional, é possível estimular o potencial tático dos colaboradores. Habilidades como inovação, criatividade, gestão de crises e tomada de decisões dependem exclusivamente de pessoas, e se essas possuem tempo e espaço para desenvolvê-las, todos têm a ganhar.

Na ONE4Tech, nós apostamos no potencial das pessoas por meio da tecnologia!

Acreditamos que a combinação entre robôs RPA e pessoas é o que impulsiona o futuro do trabalho, permitindo melhores resultados para os negócios e mais humanização para as empresas.

Nossos cases demonstram que ao introduzir a tecnologia RPA em suas rotinas, as empresas crescem. E empresas que crescem geram mais empregos e oportunidade de desenvolvimento para o seu capital humano.

Assim, a chave para a inovação é justamente entender o verdadeiro valor que as pessoas podem agregar às organizações e deixar as tarefas repetitivas e operacionais com os robôs da ONE4!